A dupla paulo coelho e raul seixas

Qualquer um que estuda a filosofia religiosa de thelema já ouviu falar da influência que paulo coelho e raul seixas tiveram no brasil propagando thelema. Uma das grandes obras da dupla foi sociedade alternativa o hino de thelema no Brasil, oque poucos sabem nas palavras de Paulo coelho: “[Sociedade Alternativa] Não era uma música, era um mantra de ritual mágico, com as palavras da Besta do Apocalipse sendo lidas atrás, em tom baixo. Quem cantasse aquela música estaria invocando as forças das Trevas. E todos cantavam.” um episódio que Paulo coelho descreve em seus livros e entrevistas, uma perturbação em seu apartamento com sua namorado a luz do dia: “Alguma coisa o estava puxando para dentro de um buraco negro que parecia se formar no meio da sala. Começou a ouvir barulhos – risos, vozes, coisas quebrando. Nunca tinha acontecido aquilo – nunca! (…) Ele ia morrer – por tudo o que tinha feito sem acreditar, por tanta gente envolvida sem saber, por tanto mal espalhado sob a forma de bem. (…) Estava no auge do sucesso – embora poucas pessoas soubessem o seu nome; e dizia que tudo aquilo era fruto dos rituais, dos estudos ocultos, do poder da magia.” depois de tantos rituais e práticas ocultistas de cunho mais denso, paulo coelho se via acuado em seu apartamento diante de toda aquela perturbação e não deu outra: “Foi até a estante, e voltou com uma Bíblia. (…) Era fraco, ia morrer, precisava humilhar-se, pedir perdão. O mais importante agora era salvar sua alma. (…) Queremos fazer uma troca. Oferecemos qualquer coisa, absolutamente qualquer coisa pela salvação de nossas almas. Oferecemos nossas vidas, ou tudo que temos. Aceitai, Senhor.” Paulo coelho na sua fase mais crítica trocou de lado e pagou o preço: “Sim, houve a troca – e o castigo veio com toda a severidade. Dois dias depois daquela manhã de 1974, eles eram presos pela polícia política brasileira, acusados de subversão por causa da Sociedade Alternativa. Ficou numa cela escura, igual ao túnel negro que vira em sua sala; foi ameaçado de morte, apanhou, mas era uma troca. Quando saiu, rompeu com o parceiro, e foi expulso do mundo musical por longo tempo. Ninguém lhe dava emprego – mas era uma troca. Outras pessoas do grupo não tinham feito a troca. Sobreviveram ao “buraco negro”, passaram a chamá-lo de covarde.” seria essas as famosas ordalhas de thelema e paulo coelho não suportou ou foi resultado de práticas que estavam fora do controle dele? Deixo o tópico aberto pra debate.